Acidente gravíssimo mata 04 pessoas

27/01/2003

Uma catástrofe na Av. Barão de Itapura com Rua Culto à Ciência ocorreu por volta das 06:45 do dia 27 de janeiro de 2003.

O ônibus perdeu o freio um pouco antes de entrar na rodoviária  e desceu a avenida em alta velocidade, devido ao peso e por estar em uma descida passando por cima de 02 veículos.

O SAMU 192 CAMPINAS foi acionado imediatamente ao ocorrido chegando no local junto com as equipes do Corpo de Bombeiros. Foi necessário realizar o desencarceramento das vítimas para poder realizar os atendimentos necessários.

O primeiro carro um Corcel II  com 04 pessoas no seu interior.  As duas pessoas do lado do motorista sofreram ferimentos graves, vindo a falecer na chegada do hospital  o motorista (Jorge José Sousa-50 anos).  No banco de trás, um garoto de 13 anos (Diego José Sousa) também com ferimentos graves foi encaminhado pelo SAMU e se encontrava na UTI do Hospital Mario Gatti mas não resistiu e também foi a óbito. As outras  2 pessoas que estavam no carro foram levadas para hospitais particulares. Uma mulher está internada no Hospital Beneficência Portuguesa  em estado grave  a outra passa bem.

O motorista do ônibus ficou desesperado e gritava pedindo ajuda de Deus, referiu os passageiros e tentava desviar das pessoas e de outros veículos. Tentou parar o ônibus colidindo com um poste de luz, entrou pela calçada e bateu em um muro que não conseguiu diminuir a velocidade, passando sobre um carro - Escort  que estava aguardando o sinal abrir. Os ocupantes seriam mãe e filho. Estaria levando a mãe ao trabalho e aguardavam o sinal para entrar na av. Barão de Itapura tiveram morte instantânea.  São mãe e filho (Teresa Uberlinda e Marcelo C. da Costa)

O ônibus somente parou após cair no barranco e ficar preso pelo poste e fios de alta tensão.

Os passageiros saíram pelas saídas de emergência. Nenhum deles sofreram ferimentos graves.

Além destes, um carro da EMDEC também acabou sendo colhido pelo ônibus que se chocou contra um poste de alta tensão. O motorista foi socorrido e levado ao Hospital Samaritano.

 

O motorista do ônibus ficou em estado de choque sendo levado para o Hospital das Clínicas da Unicamp para um apoio psicológico.

No local  chegaram as famílias das vítimas que choravam muito chocadas com a violência do acidente.

O SAMU 192 CAMPINAS  atendeu a este acidente com muito profissionalismo, técnica e respeitando cada  um dos parceiros dos Órgãos de Segurança Pública.

 A coordenação do SAMU parabeniza a todos que atuaram neste atendimento em especial aos funcionários do SAMU na tentativa de salvar as vidas dos pacientes mais graves.