Prefeitura prepara ações preventivas a partir de Simulado da Operação Verão

19/11/2008

Autor: Bel Buzzo Alonso e Thiago Rovêdo

A realização de um Simulado Preventivo da Operação Verão 2008/2009, na tarde desta quarta-feira, dia 19 de novembro, mobilizou equipes de vários setores municipais e chamou a atenção de órgãos da imprensa local e da população que transitava pela região.

A atividade foi executada em duas fases simultâneas. A Sala Azul do Paço Municipal se transformou numa espécie de Gabinete de Gestão de Crise Integrado, com a presença do prefeito Hélio de Oliveira Santo, dos secretários municipais de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, Mário Seixas e de Transportes, Gerson Bittencourt e representantes do Corpo de Bombeiros, SAMU 192 CAMPINAS, Emdec, Guarda Municipal, Coordenadoria das Administrações Regionais (Coar) e Defesa Civil.

Nesta etapa foram apresentadas, em intervalos de tempo, cinco ocorrências relacionadas a previsões que indicam a possibilidade de chuvas fortes na cidade, além das ações desencadeadas por esses órgãos numa situação de inundação devido a uma forte precipitação pluviométrica.

A segunda fase ocorreu, simultaneamente, na Avenida Orosimbo Maia, esquina com a Rua Santa Cruz, onde foi simulada uma inundação seguida de alagamento da via pública.

Na ocasião, o prefeito afirmou que esse tipo de treinamento tem uma importância estratégica para as cidades como Campinas, que é cortada por uma grande quantidade de córregos urbanos.

"Com a ação integrada dos órgãos que vão atuar de maneira organizada, acompanhados por uma comissão de crises, onde se discutem os aspectos e as dificuldades para a solução da situação problema, Campinas mostra que está preparada para atuar desde a prevenção até a reabilitação nas questões de inundações e enchentes", falou Dr. Hélio.

O prefeito acrescentou ainda que paralelamente a esse trabalho integrado, a Prefeitura busca, a médio e longo prazos, soluções definitivas que possam combater os agravos advindos não só por ação da natureza, mas também por ação do ser humano, como a impermeabilização de áreas urbanas.

"Desta forma, o setor de infra-estrutura estuda e tem projetos e programas para atacar e solucionar esses problemas como o que já foi feito na Avenida Princesa D’Oeste, no Parque Imperador, na região do Jambeiro", lembrou.

De acordo com o secretário Mário Seixas, a compreensão de que a ação de Defesa Civil se faz com todos os órgãos do Poder Público gera uma sinergia na Administração. "Esse é o grande aspecto que ficou materializado hoje. Todos sabendo o que é seu dever e como os demais estão atuando de maneira que se possa integrar as ações", explicou.

Na prática

Carro batido em um poste. Chuva sobre o veiculo. Vitima desacordada. Com este cenário, começou o simulado preparativo da Operação Verão 2008/2009. Assim que foi dado o sinal, o carro do corpo de bombeiros desce a avenida com as sirenes dando o alerta, e com os soldados se preparando para o resgate antes mesmo de chegar ao acidente.

"Depois que a Defesa Civil dá o alerta, partimos para o local e vemos como estão as condições", explicou o sargento Vagner Roberto, responsável pelo 7º Grupamento dos Bombeiros – Posto Centro. Chegando no acidente, todas as medidas de segurança necessárias são tomadas, além da disponibilização de equipamentos como as cordas, as bóias, os coletes salva-vidas.

"É complicado, pois quando a chuva é verdadeira, ela vem acompanhada de vento, correnteza, pressão no rosto e outras coisas. Temos que estar atentos a tudo isso", alertou o sargento. A principal preocupação do regaste é sempre com o estado da vitima, pois mantê-la consciente torna o trabalho mais fácil e mais seguro.

Para a Emdec, o trabalho funciona de outra forma. "Ficamos com a atenção redobrada no trânsito, pois além de cuidar do acidente em questão, temos que evitar outros, pois a curiosidade de quem passa por perto é grande, e isto gera uma distração natural no volante", comentou o chefe do Departamento de Fiscalização e Operação, Carlos de Lima.

Enquanto a Emdec toma conta do transito e pedestres, o trabalho dos bombeiros continua. Depois de amarrar uma corda e um lugar seguro, o resgate das vitimas é feito, sempre com o auxilio dos equipamentos de segurança, tanto dos profissionais, quanto das vítimas. Além disso, as ambulâncias do Samu já estão a postos, juntamente com os médicos e enfermeiros.

Após o resgate, a Defesa Civil faz a vistoria no local. As bocas-de-lobo são limpas, pois normalmente as águas da chuva as entopem com entulhos. Além disso, verifica as estruturas dos prédios ao lado da enchente para notificar se as estabilidades estruturais não foram abaladas.

"É um trabalho sempre pós-resgate. A limpeza serve para evitar outras cheias logo em seguida. Já as estruturas dos prédios precisam ser verificadas, pois às vezes, ocorre abalos", concluiu o engenheiro civil da Defesa Civil, Paulo Romeiro.

Confira os 10 pontos de maior atenção com relação a inundações e enchentes em Campinas:

1- Av. Dr. Carlos de Campos (Balão do Curtume)

2- Av. Heitor Penteado (Kartódromo)

3- Av. das Amoreiras X Av. Dom Joaquim M. S. Leite (Próximo ao Corpo de Bombeiros)

4- Av. John Boyd Dunlop X Ponte da Anhanguera

5- Av. Amoreiras X Rua Alves do Banho (Próximo ao Varejão OBA)

6- Av. Barão de Itapura X Av. Brasil

7- Av. Orosimbo Maia X Rua Rafael Sampaio e Rua Paula Bueno

8- Av. Luiz Smanio X Av. Dr. Theodureto de Almeida Camargo

9- Av. Mario Garnero X Av. Isabelita Vieira, no distrito de Sousas

10- Av. Orosimbo Maia x Av. Brasil

 Secretário Segurança Gen. Mario de Oliveira Seixas, apresentando a ambientação da cena.

 

Exmo Prefeito Dr. Hélio, Secretário de Transportes, e demais representantes dos serviços  EMDEC, COAR,  GUARDA MUNICIPAL, SAMU 192, CORPO DE  BOMBEIROS. SANASA.

Montagem de Sistema de Câmeras no Gabinete do Exmo. Prefeito para avaliações e ações dos  Órgãos de Segurança Pública.

Imagens do local do acidente (Simulado) é observado  no Gabinete e diversas  definições são deliberadas pelos Coordenadores dos Órgãos ou pelo próprio Prefeito.

 

 

Profissionais da COAR, realizando a limpeza das Bocas de Lobo - Ação Preventiva