Comemoração do dia de Nossa Senhora Aparecida reúne 50 mil na Arautos da Paz
Equipe do SAMU 192 CAMPINAS presente mais uma vez

12/10/2008

Autor: Regina Rocha Pitta
AUTOR E FOTOS SAMU: DR. HANSEN

O SAMU 192 CAMPINAS apoiou neste domingo, 12 de outubro, a festa comemorativa ao centenário da Arquidiocese de Campinas. O evento, que celebra também o dia de Nossa Senhora Aparecida, aconteceu na Praça Arautos da Paz com início as 9 horas.

Cerca de 50 mil pessoas celebraram o dia dedicado a Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, e comemoram os 100 anos de criação da Arquidiocese Metropolitana de Campinas.

O prefeito Hélio de Oliveira Santos participou do evento celebrado pelo arcebispo metropolitano de Campinas D. Bruno Gamberini e co-celebrado pelo arcebispo emérito D. Gilberto Pereira Lopes.

As festividades ocorreram na Praça Arautos da Paz das 9 às 12 horas. No total, 120 sacerdotes, entre padres e diáconos, fizeram parte da missa, que teve a presença de um público formado por moradores de Sumaré, Indaiatuba, Vinhedo, Valinhos, Monte Mor, Hortolândia, Paulínia, Elias Fausto e de Campinas, que fazem parte da Arquidiocese Metropolitana.

Prefeitos das oito cidades, secretários municipais, vereadores e demais autoridades também estiveram presentes.  

A Arquidiocese Metropolitana de Campinas nasceu em 1º de novembro de 1908, com a posse do primeiro Bispo, D. João Batista Corrêa Nery, um campineiro nascido na Rua Conceição, no ano de 1863.

D. Bruno pediu a Deus que ilumine os prefeitos ali presentes e agradeceu a presença de todas as autoridades e, em especial, a do prefeito de Campinas. “Sua presença entre nós é motivo de alegria e gratidão por tudo o que a Prefeitura de Campinas fez para que fosse possível a realização desta festa”, declarou o arcebispo, que está no posto desde 2004 e é o 6º Bispo e 4º Arcebispo de Campinas.

O prefeito, que é devoto de Nossa Senhora e que participa todos os anos da festa em seu louvor, disse que este ano estava ali para agradecer pela vida e pela saúde à mãe e rainha do Brasil, e, também, para pedir proteção para os próximos quatro anos. “Que esta proteção caia também sobre os campineiros e campineiras, e que a Administração Municipal faça cada vez mais e melhor para toda a nossa população”.

Para isso, Dr. Hélio declarou que o governo municipal terá como foco na próxima gestão, a ampliação da inclusão social e a diminuição das desigualdades sociais. Segundo ele, em todos os campos a infra-estrutura já está pronta, agora só falta inserir qualidade em cada um dos procedimentos dos diferentes setores da Prefeitura. “Nossa população tem que viver de forma igualitária para que nós tenhamos paz, para que possamos combater a violência e para que se melhore a saúde, a educação”.

Celebração

A celebração, que teve três horas de duração, contou com diversas demonstrações de devoção e louvor à padroeira do Brasil. Representantes da colônia japonesa de Campinas, vestidos com roupas típicas, levaram um estandarte com a frase: “A comunidade nipo-brasileira com N. S. Aparecida agradece pela vida”. D. Bruno lembrou que, assim como a Arquidiocese, os japoneses também estão comemorando, este ano, os 100 anos de imigração para o Brasil. Missionários católicos distribuíram rosas para o público.

Segundo a Emdec, foram contabilizados 600 ônibus no entorno da Praça Arautos da Paz que levaram os fiéis para as comemorações.

O SAMU 192 CAMPINAS esteve mais uma vez prestando seu apoio em um grande evento com uma tenda de 50 mts2 foi montado onde uma infra estrutura foi organizada para os possíveis atendimentos coordenada pelo Dr. José Roberto Hansen.

Cerca de 10 profissionais, 01 VSA e 02 VSB do SAMU 192 CAMPINAS, 01 VSA da UNIMED HELP e profissionais de saúde da própria arquidiocese,estiveram empenhados nos atendimentos.

 

Diversos atendimentos foram realizados

 

Cerca de 50 mil pessoas participaram das comemorações religiosas

 

Profissionais do SAMU 192 CAMPINAS e da arquidiocese atenderam os fiéis

 

Ambulatório em barraca de 50 mt2